Eu Preciso de um Corretor de Imóveis para Vender o meu Imóvel?

Ok, você precisa vender o seu imóvel atual para se mudar para o próximo imóvel. O que fazer para a coisa toda se resolver o quanto antes? Aliás, você realmente precisa de um Corretor para vender seu Imóvel?

Essa questão passa pela mente de pelo menos 4 entre 10 pessoas que desejam vender seu imóvel. A crença de que podem economizar a Comissão que o Corretor recebe, é o principal motivo. Vamos colocar à prova alguns argumentos, para que você já saiba o que esperar nesse caminho das pedras.

    1. Você vai realmente economizar a Comissão Imobiliária, se vender por conta própria?
      Quando um Comprador Potencial vê um Imóvel à Venda com o aviso “Direto com o Proprietário”, pensa que o negócio é uma pechincha, ou está abaixo do valor de mercado, ou o proprietário precisa do dinheiro rápido e aceita praticamente qualquer proposta, pois não quis contratar uma Imobiliária. Isso, na cabeça do Comprador, significa que o Imóvel não tem Comissão de Venda. E quando não há Comissão no preço do imóvel, o Comprador pensa que o Imóvel é mais barato e que ele vai economizar um bom dinheiro. Porquê sejamos claros, quem paga a comissão é sempre o Comprador, nunca é o Vendedor. De fato, no Contrato de Compra e Venda, esses valores são pagos separadamente, por causa da nossa Legislação.
    2. Quantos Compradores em Potencial você consegue contatar?
      Vender um imóvel demora mais do que apenas o tempo de colocar uma placa de “Vende-se”. Mais do que isso, um simples anúncio na internet não faz chover comprador na sua porta. É necessário muito mais do que isso, pra vender um imóvel. Então, pense: como você vai promover a venda do seu imóvel? Você vai anunciar na web e escrever o anúncio por si mesmo? Vai tirar todas as fotos você mesmo? Vai usar a Internet? Veja bem, as pessoas mudaram a forma como procuram por imóveis e é difícil prever como um comprador potencial vai se comportar nesse processo. De qualquer forma, existe uma tabela que relaciona a quantidade de pessoas que vê o imóvel e o tempo que demora para fechar a venda. Veja, para vender o Imóvel em até 30 dias, o seguinte deve acontecer:

a – 931 Clientes descobrem o seu Anúncio;
b – 142 Clientes se interessam e te pedem mais informações;
c – 57 Clientes agendam uma visita ao seu imóvel;
d – 39 Clientes realmente visitam o seu imóvel;
e – 5 Clientes iniciam uma Negociação de Valor e Forma de Pagamento;
f – 1 Cliente aceita o seu Preço e as suas Condições;
g – Esse Cliente assina o Contrato de Compra e Venda.

Portanto, você precisa apresentar o seu imóvel a quase 1.000 pessoas em 30 dias, responder 142 emails ou ligações, agendar 57 visitas e atender 39 Clientes visitando seu Imóvel, negociar com 5 pessoas, pra fechar com 1 delas e assinar o Contrato com essa Pessoa. O detalhe é: como fazer com que quase 1.000 pessoas que estejam procurando um imóvel, saibam que você está vendendo a sua propriedade? É anunciar em todos os lugares possíveis. E isso tem custo, obviamente, o que nos leva à próxima pergunta.

  • Quanto Dinheiro você vai gastar para vender o Imóvel?
    Alguns portais de imóveis cobram um valor considerável para você anunciar o seu imóvel. Esses valores variam de acordo ao período de anúncio do imóvel. O mais importante a saber é: a duração do seu anúncio e o custo no período. Sem anunciar em algum lugar, fica impossível vender o imóvel, pois foi-se o tempo em que uma placa de vende-se era o suficiente para atrair inúmeros interessados.
  • Você tem tempo para se dedicar a esse Processo?
    A promoção de venda de um Imóvel é um trabalho de tempo integral, não é só no fim de semana. Potenciais Compradores respondem seu anúncio por email, te ligam, passam na frente do imóvel… E são cheios de expectativas, esperam que você responda rapidamente qualquer dúvida deles e que sempre esteja disponível para eles. Se você está no trabalho, está no trânsito, está numa reunião, está no banho ou num lugar em que não consegue atender uma ligação ou responder um email, acaba demorando pra falar com os potenciais compradores. E aí eles te descartam.
  • Conhece o Mercado Imobiliário bem o suficiente para conseguir obter o Melhor Valor possível pelo seu Imóvel?
    Cada bairro tem suas nuances, suas qualidades e defeitos, inclusive a rua onde você mora. E leva algum tempo de experiência, para precificar um imóvel acertadamente. Nesse caso, o “faça-você-mesmo” e defina o preço do imóvel, se trata de um “chute”, você apenas escolhe um valor baseado no preço do vizinho ou no valor que você quer receber. Daí, o que normalmente acontece, ou o proprietário define o preço muito baixo e perde muito dinheiro, ou define muito alto o preço do imóvel e afasta compradores dispostos.
  • Você tem as Habilidades de Negociação necessárias para fechar a Venda?
    Negociar algo não é tarefa fácil, principalmente quando muitos interesses estão na mesa e quando a quantidade de dinheiro é muito grande, como é o caso. Aliás, quando uma oferta é recebida, as emoções podem ser intensificados com a quantidade de dinheiro em jogo. E é aí que o Proprietário pode colocar tudo a perder. Pior que isso, há muitos compradores que usam técnicas de negociação sujas, alteram a oferta toda hora, querem pagar o mínimo possível e jogam toda a pressão para o seu lado. Sabem o que estão fazendo, possuem experiência e sabem negociar de forma agressiva, frios como gelo. E é aí que o proprietário se estressa, fica nervoso e chuta o balde, destruindo a possibilidade de fechar o negócio. Agora imagine que isso aconteça 3 vezes num período qualquer… No fim, você aceita a primeira proposta que aparecer, por quê está ficando sem tempo. Ou entrega a negociação a uma Imobiliária. Ou desiste de vender o imóvel.
  • Você sabe como redigir o Contrato? Sabe quais são as cláusulas que te protegem e as que protegem o Comprador?
    Sabe aquela conversa jurídica um tanto estranha e difícil de entender? Pois você precisa conhecê-las, antes de redigir um contrato. Baixar um modelo na internet ajuda, mas ainda assim, você terá que escrever tudo e lidar com a possibilidade de mudanças e alterações no contrato que o comprador provavelmente vai exigir. E assim, finalizar a venda do seu imóvel estará concretizada.

Concluindo, se você está disposto a fazer tudo isso, então mãos à obra. Por quê você tem trabalho pela frente antes de se mudar.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.

Related Posts